Aparelho Ortodôntico Só Com Dentista

By Dicas de Saúde

Aparelhos Ortodônticos são usados para corrigir problemas de maloclusão (má posição dentária) que geram desconfortos funcionais (dificuldades de fala e mastigação, por exemplo) e estéticos em pacientes de várias idades. É inegável que o sorriso fica bem diferente com o uso do aparelho, mas o tratamento é coisa séria e SÓ PODE SER FEITO POR UM DENTISTA. Em diversos camelôs e lojas há comércio de aparelhos como “acessório de moda”, os aparelhos “falsos” são colocados por jovens sem nenhuma formação em odontologia e podem ser um grande perigo.

Como é um tratamento ortodôntico de verdade?

O dentista realiza um exame clínico no consultório, avalia a situação bucal e ouve as queixas do paciente, depois do exame clínico o dentista solicita a “Documentação Ortodôntica” (vários exames que são feitos para diagnóstico e planejamento do tratamento). Com toda a avaliação feita começa o planejamento do tratamento. Normalmente o aparelho só é colocado após a realização de outros tratamentos necessários, como restaurações, extrações e tratamentos endodônticos (canal). Aparelhos ortodônticos utilizam FORÇA MECÂNICA para promover a movimentação dentária, então o profissional irá avaliar, entre outras coisas a força correta (direção e intensidade) a ser utilizada em cada caso, no decorrer de cada tratamento. O aparelho é fixado com resina de uso odontológico. O dentista fará MANUTENÇÕES PERIÓDICAS, onde podem ser feitas trocas das famosas borrachinhas coloridas, de braquetes e arcos.

Como é um aparelho de enfeite?

Com elásticos coloridos e trançados os aparelhos são vendidos pelas redes sociais e em camelôs, são fixados com cola extra forte. Esses aparelhos acabam exercendo força nos dentes sem correta direção e intensidade, podendo fazer com que as raízes “amoleçam”, a cola pode gerar lesões a mucosa e a higienização falha pode, em conjunto com o aparelho de enfeite, ocasionar periodontite, que é uma doença grave da gengiva.

Como prevenir os problemas bucais?

By Dicas de Saúde

A prevenção dos problemas bucais começa na alimentação. Dê preferência às frutas, fibras e verduras e evite os açúcares, refrigerantes e alimentos pastosos. Use sempre fio dental, se possível antes da escovação, para que ele facilite a remoção da placa bacteriana.

1. Enrole 45 cm de fio dental em volta do dedo médio de cada mão;

2. Deslize o fio dental no espaço entre os dentes, suavemente, em direção à gengiva;

3. Curve o fio sobre a superfície de cada dente e movimente-o verticalmente, para remover a placa. A escovação dos dentes deve ser feita após cada refeição, antes de dormir e ao acordar.

a. A pasta deve conter flúor e não deve ser usada em excesso;

b. Em frente ao espelho, posicione a escova num ângulo de 45°, na junção do dente com a gengiva;

c. Faça movimentos rotatórios, vibrando a escova suavemente, por grupo de 2 dentes;

d. Deslize a escova no sentido da gengiva para a área de mastigação;

e. Faça movimentos de vai-e-vem na área de mastigação;

f. Escove suavemente o dorso da língua no final da escovação;

g. Faça um bochecho com uma solução anti-séptica para completar a higiene bucal.

Porque consultar com um dentista a cada 6 mêses?

By Dicas de Saúde

É muito importante consultar regularmente o dentista, para que ele possa avaliar a saúde bucal e orientar sobre os procedimentos corretos e cuidados com a boca e os dentes. O dentista faz uma análise da boca, detectando, desde o início, cáries ou problemas gengivais e, na seqüência, dando início ao tratamento curativo.

É também recomendada a realização de limpeza periódica, pois, mesmo com todos os hábitos de higiene bucal, poderá haver a formação de tártaro, que só o dentista consegue remover.

Tire proveito destes conhecimentos

By Dicas de Saúde

Para evitar a cárie e formação de tártaro, você nunca deve deixar de escovar os dentes por mais de 2 horas depois das refeições. Após esse período, inicia-se a formação de tártaro, que só é retirado pelo dentista.

A placa bacteriana também se acumula na língua. Por isso, escove sempre a língua ao final da escovação dos dentes.

Após cada mamada, limpe a gengiva do bebê com uma fralda umedecida em água filtrada. Este procedimento evita a cárie dos primeiros dentinhos e já acostuma a criança com a prevenção.

Evite a chamada “cárie de mamadeira”. Nunca coloque açúcar ou mel na mamadeira e/ou na chupeta da criança. É fundamental cuidar bem da primeira dentição, pois os dentes de leite podem comprometer a formação dos dentes permanentes.

Para garantir um bom resultado da sua escovação, troque sua escova a cada 3 meses ou até mesmo antes, se as cerdas estiverem deformadas. Use sempre creme dental fluoretado e consulte seu dentista para aplicações tópicas de flúor. A aplicação do selante é recomendada para crianças e adolescentes. Consulte seu dentista.